Correia dentada

Responsável por manter ligado o eixo-comando de válvulas ao virabrequim do motor.

A correia dentada de distribuição é responsável por ligar o eixo-comando de válvulas ao virabrequim do motor, sincronizando-os e fazendo com que as válvulas de admissão e de escapamento se abram e fechem no momento exato.

Quando ela se parte, em geral por desgaste não constatado pelo usuário, as válvulas se movimentam de forma desordenada e, por inércia de funcionamento, os pistões permanecem subindo e descendo por algum tempo. Nesse período, de acordo com as características construtivas do motor - sendo a taxa de compressão um importante fator -, pode ocorrer de pistões e válvulas se chocarem, com grande possibilidade de empenamento das válvulas e de danos às cabeças dos pistões.

A retífica superior, a que a oficina se refere, consiste em substituir as válvulas danificadas e retificar sua sede, ou seja, o local do cabeçote onde elas se alojam a fim de garantir correto assentamento e evitar a passagem de óleo lubrificante para a câmara de combustão, o que provocaria sua queima e consumo. Se o serviço for bem feito e os pistões não estiverem danificados, o motor deverá voltar a funcionar sem problemas.