Dicas de como cuidar bem do seu veículo

TROCA DE ÓLEO

Existem alguns pontos a serem verificados e seguidos na sua troca de óleo, confira abaixo:

1 - É necessário fazer a troca de óleo a cada 5000 km e a troca do filtro a cada 10000 km.


2 - Para conservação e aumento da vida útil do motor é aconselhável colocar um óleo Bardahl B12 juntamente com o restante do óleo. Recomendado para motores acima de 70000 km rodados.


3 - Não misturar óleo sintético com óleo mineral. 


4 - As marcas de óleo podem ser misturadas desde que tenham a mesma especificação.


5 - Pela manhã, o motorista pode sair normalmente com o carro ou deve esperar o motor esquentar um pouco, por causa do óleo lubrificante?


Resposta: Teoricamente, por motivos técnicos, o motor moderno não exige que o motorista espere o aquecimento do óleo e das peças, para sair com o veículo pela manhã. Mas o melhor é aguardar uns 30 segundos para sair e não elevar as rotações do motor até que o ponteiro de temperatura do líquido de arrefecimento do motor atinja o ponto ideal.


Fique ligado: Quando a luz de óleo acender, pare o carro imediatamente e procure um mecânico. 

My Image

PASTILHA E DISCO DE FREIO

O tipo de necessidade mais comum na manutenção de freios é a troca das pastilhas. As pastilhas do freio a disco normalmente têm uma peça de metal chamada indicador de desgaste. Quando muito material de atrito está gasto, o indicador de desgaste vai contatar o disco e produzir um som agudo. Isso significa que é hora de pôr pastilhas novas.

Também há uma abertura para inspeção na pinça para que você possa ver quanto material de atrito resta nas pastilhas de freio.

My Image

Ao descer uma ladeira, procure usar a mesma marcha que colocaria se estivesse na subida. Jamais utilize o ponto morto, pois os freios não conseguirão segurar o veículo em uma situação de emergência. Além disso, o maior esforço dos freios pode levar os discos e pastilhas ao superaquecimento. O carro pode ficar sem freios. Cheque mensalmente o nível do fluido de freio.

Quando for completá-lo, tome cuidado para não deixar cair nenhuma partícula de sujeira. Qualquer resíduo pode comprometer o perfeito funcionamento do sistema. Ao aproximar o carro de cruzamentos e semáforos, tire o pé do acelerador e mantenha a marcha engatada para que o motor diminua a velocidade do carro. Você evita freadas bruscas e preserva discos e pastilhas de freio.

My Image

HIGIENIZAÇÃO DE AR-CONDICIONADO

A manutenção do ar-condicionado deve ser feita pelo menos uma vez por ano independentemente da quilometragem do carro e das horas de uso. Tanto que  algumas montadoras recomendam a manutenção por quilometragem rodada.   

Recomenda-se a troca do filtro e a verificação dos vazamentos.
Por isso, fique atento.

My Image

LIMPEZA DE BICO

Os bicos injetores são tão importantes para o carro como as artérias são para o corpo humano. Da mesma forma que vivemos lutando contra o colesterol e a gordura, procurando deixar veias desentupidas para que o sangue circule melhor pelo organismo, o bico injetor do automóvel deve estar sem sujeiras, para que a gasolina circule livremente até os cilindros, o coração do motor.

A maior causa de mal funcionamento do bico injetor é a sujeira acumulada. Em um país como o Brasil, onde a gasolina às vezes é de má qualidade, o problema é bastante comum, e não há ponte de safena que resolva. O carro que tiver um ou mais bico injetores sujos pode enfartar. Começa a engasgar, sofre perda de potência e trabalha de forma incorreta, aumentando o desgaste das peças e um consequente aumento do consumo de combustível.

My Image

ARREFECIMENTO

Se você conseguir fazer uma boa limpeza no sistema e, quando for necessário, completar com a mesma mistura água/aditivo (50% de cada e, também, utilizar aditivo de boa procedência) a água se manterá sempre limpa. Caso o veículo não enfrente, constantemente, estradas de terra, o intervalo de dois anos será ideal para a drenagem do sistema.


A não ser em carros mais antigos, hoje em dia todos trabalham com um sistema selado, ou seja, dificilmente haverá necessidade de se repor o líquido. Caso o nível do reservatório do radiador venha abaixar constantemente, será um sinal de algum vazamento no sistema de arrefecimento (ou até mesmo na bomba d'água). Providencie o reparo o quanto antes.


Esteja sempre atento ao relógio de temperatura do motor. Caso a ventoinha não ligue no tempo certo, o motor poderá "ferver" rapidamente. Se isto acontecer, pare o carro, desligue o motor e não abra, em hipótese alguma, a tampa do radiador (ou reservatório).

Ao retirar a tampa, havendo pressão no sistema, a água (extremamente quente) poderá espirrar em você, causando sérias queimaduras. Espere até esfriar.