Injeção eletrônica

O que é a injeção eletrônica?

Os veículos modernos dispõem de um sistema eletrônico cujos componentes vieram substituir os carburadores, a chamada injeção eletrônica. Uma central eletrônica recebe informações de sensores e atuadores distribuídos pelo motor e componentes do carro (velocidade, pressão do ar, temperatura, ar condicionado, direção hidráulica, etc.) e com isto gerência, numa fração de segundo, freqüência e quantidade de combustível a ser injetado na câmara de combustão do motor.


No painel da maioria dos veículos existe uma lâmpada de advertência que, ao piscar ou manter-se acesa com o motor em funcionamento, indica alguma anomalia no sistema.A manutenção preventiva, quando se usa um scanner para checagem do sistema de injeção, poderá corrigir a formação carvão na câmara de combustão, evitando danos ao motor.Devem ser tomados cuidados especiais para dar uma "chupeta" em carro com injeção eletrônica : uma sobrecarga ou inversão de polaridade dos cabos da bateria pode danificar seriamente o sistema.Veículos com catalisador não devem funcionar com o sistema falhando, pois basta um pequeno excesso de combustível para danificá-lo irremediavelmente, o que poderá também ocorrer ao fazer o carro pegar no "tranco".


Conservação do Sistema Elétrico 
Não tente dar a partida por mais de sete segundos seguidos. Se necessário, aguarde vinte segundos entre cada nova tentativa. Acionar insistentemente a ignição pode acabar descarregando a bateria.


Não utilize detergente comum no reservatório de água do limpador de pára-brisas. Coloque apenas produtos indicados pelo fabricante, pois a oleosidade de certos produtos podem acabar forçando a bomba elétrica. Além disso, a borracha das paletas pode ficar ressecada, forçando uma troca desnecessária.


Evite acionar a bomba elétrica do limpador por mais de 30 segundos ou com o reservatório vazio, porque isso pode danificá-la.

Carro com injeção eletrônica requer cuidados especiais na hora de se fazer a ligação direta (popularmente conhecida como "chupeta"). Siga os seguintes passos:1- ligue o carro para prover energia. 2 - Conecte primeiro os pólos positivos de cada cabo e, em seguida, os pólos negativos. 3 - A seguir, acelere o carro para liberar a energia em marcha lenta (cerca de 1500 rpm). 4 - acione a chave do carro que está recebendo a energia. 5 - Depois que ele pegar, ligue o farol alto e o desembaçador elétrico (dispositivos que consomem mais energia, evitando variações de corrente que podem prejudicar o funcionamento da injeção). 6 - Só então desconecte os cabos.

Injeção Eletrônica